Ler + Mar 2016/2018



As atividades desenvolvidas, no âmbito deste projeto, permitiram trazer um maior dinamismo e visibilidade às Bibliotecas Escolares, contribuindo para a sua valorização como promotoras de aprendizagens multidisciplinares, indo ao encontro dos objetivos do nosso Projeto Educativo, nomeadamente:
- Educação para os valores, sensibilizando para a preservação do mar e da vida marinha;
- Promoção do sucesso educativo, proporcionando aos alunos o desenvolvimento de competências e a aquisição de conhecimentos relacionados com o mar e os seus recursos, promovendo a responsabilidade, a autonomia e hábitos de trabalho;
- Promoção da literacia, nomeadamente da literacia dos oceanos (criação de hábitos de leitura, compreensão, interpretação e expressão nas diferentes disciplinas...).
Tendo em consideração a duração do nosso projeto, houve uma identificação dos diferentes intervenientes com as atividades que foram propostas.
A adesão dos professores e alunos demonstrou uma boa apropriação do projeto, refletindo o impacto positivo que teve junto da comunidade educativa.
Destaca-se, também, a importância das parcerias estabelecidas, que enriqueceram o projeto.
A possibilidade de aumentar o fundo documental, a aquisição de materiais diversificados e dispositivos digitais (tablets), permitiu a realização de atividades que levaram ao desenvolvimento de diferentes tipos de literacia (leitura, informação e media).
Ao longo do projeto as Bibliotecas Escolares desenvolveram atividades e proporcionaram ambientes promotores de leitura, conscientes da sua importância na formação pessoal dos alunos que as frequentam, bem como a progressão das suas aprendizagens.
As atividades desenvolvidas tiveram como base a leitura integral de uma obra, de um excerto ou poema e deram origem a trabalhos como: kamishibai, dramatizações, oficinas, partilhas, exposições… Essas leituras foram, também, um ponto de partida para sugerir outras obras do mesmo autor ou sobre a temática tratada.
Ao longo dos dois anos de duração do projeto, foram trabalhados em sala de aula ou em sessões de animação de leitura, as seguintes obras:
No pré-escolar e 1.º ciclo, Versos de Cacaracá, de António Manuel Couto Viana; O Senhor do seu Nariz, de Álvaro Magalhães; Ciclo da Água, de Mariana Magalhães e Cristina Quental; O Patinho Feio, de Manuela Rodriguez; Porque Há Tantas Pedras no Rio… (Kamishibai); Fala Bicho, de Violeta Figueiredo; Fadas Verdes, de Matilde Rosa Araújo; Estranhões e Bizarrocos, de José Eduardo Agualusa; A Menina Gotinha de Água, de Papiniano Carlos; A Flor Vai Ver o Mar, de Alves Redol; A Flor Vai Pescar num Bote, de Alves Redol; O Dia em que o Mar Desapareceu, de José Fanha; Ciência em Primeira Mão - À Beira-Mar, de Lynn Huggins-Cooper; A Estrela do Mar, de Fernanda Velez; O Tubarão na Banheira, de David Machado; Teatro às três Pancadas – Serafim e Malacueco na Corte do Rei Escama, de António Torrado.
No 2.º e 3.º ciclos, Contos e Lendas de Portugal e do Mundo, de João Pedro Mésseder; A Cavalo no Tempo, de Luísa Ducla Soares, A Menina do Mar, de Sophia de Mello Breyner Andresen; A Árvore, de Sophia de Mello Breyner Andresen; As Naus de Verde Pinho, de Manuel Alegre; Ulisses, de Maria Alberta Menéres; A Noite Estrelada, de Jimmy Liao; Bicho em Perigo, de Maria Teresa Maia Gonzalez; Uma Mão-Cheia de Rimas para Primos e Primas, de José Jorge Letria; A Casinha na Praia, de Maria Teresa Maia Gonzalez; O Cavaleiro da Dinamarca, de Sophia de Mello Breyner; Conto da Ilha Desconhecida, de José Saramago; História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar, de Luis Sepúlveda; O Velho e o Mar, de Ernest Hemingway; A Mensagem de Fernando Pessoa, de Mafalda Ivo Cruz.
Com a Unidade de Autismo, Perdido e Achado, de Oliver Jeffers; Como Apanhar uma Estrela, Oliver Jeffers; Queres Brincar Comigo?, de Eric Carle.
Todas as outras obras adquiridas, no âmbito deste projeto (em suporte papel ou digital), foram utilizadas para leitura autónoma (presencial e/ou domiciliária), através da sua promoção, a partir das sugestões feitas, quer no espaço físico das bibliotecas, quer no espaço digital (blogue e Boletim Informativo).
O projeto assentou em valores transversais a diferentes áreas do currículo do ensino básico, tais como a preservação dos mares e da vida marinha, despertando a consciência cívica de cada um e promovendo o espírito crítico. Articulando saberes de diferentes disciplinas, foram exploradas histórias/poemas, que resultaram em trabalhos expostos ao longo dos dois anos. A título apenas de exemplo, podemos referir a publicação de um livro digital com as histórias sobre o Mar criadas pelos alunos, no âmbito da disciplina de Português, e ilustradas na disciplina de Expressão Artística / Educação Visual. 
É ainda de referir que, nalguns casos, o trabalho desenvolvido no âmbito do projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular teve como tema o Mar, utilizando o fundo documental adquirido.
Os objetivos das atividades desenvolvidas foram promover a leitura e desenvolver competências no âmbito da sustentabilidade do oceano e dos recursos marinhos. As leituras propostas funcionaram sempre como um pretexto para abordar questões relacionadas com a importância dos mares e dos oceanos na vida dos povos, da sua valorização enquanto via de comunicação, fonte de alimento e de vida, proporcionando momentos de reflexão com o intuito de alterar hábitos de vida e criar cidadãos atentos e interventivos. Como exemplo, indicamos as palestras realizadas, em parceria com o Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental de Matosinhos.
Para além das aprendizagens adquiridas em contexto formal, ainda foram realizadas aprendizagens em contexto informal. Foram criados dois clubes, procurando ir ao encontro dos interesses e gostos dos alunos, que se inscreveram livremente. No Clube de Animação, os alunos aprenderam princípios de animação, construíram brinquedos óticos, fizeram pesquisa de informação e aprenderam a utilizar ferramentas digitais para, a partir de pequenas histórias, em que o mar estava representado, produzirem conteúdos multimédia. No Clube de Teatro, para além de desenvolver competências leitoras, os alunos desenvolveram a criatividade, a partilha, a responsabilidade, a autonomia e o espírito de grupo.


Sem comentários:

Enviar um comentário